Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.fepecs.edu.br:8443/handle/123456789/736
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisor1Gondim, Maria de Fátima de Novais-
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/0243883327925781pt_BR
dc.contributor.advisor2Amorim, Fábio Ferreira-
dc.contributor.advisor2Latteshttp://lattes.cnpq.br/2530512413164731pt_BR
dc.contributor.referee1Correa Filho, Heleno Rodrigues-
dc.contributor.referee1Latteshttp://lattes.cnpq.br/6679654672181428pt_BR
dc.contributor.referee2Gussi, Maria Aparecida-
dc.contributor.referee2Latteshttp://lattes.cnpq.br/3561491363073584pt_BR
dc.contributor.referee3Gottems, Leila Bernarda Donato-
dc.contributor.referee3Latteshttp://lattes.cnpq.br/5157357462870217pt_BR
dc.creatorSilva, Lucas Gonçalves da-
dc.date.accessioned2023-10-19T19:16:57Z-
dc.date.available2023-10-25-
dc.date.available2023-10-19T19:16:57Z-
dc.date.issued2021-11-23-
dc.identifier.citationSILVA, Lucas Gonçalves da. Cuidado à saúde de usuários com comportamento suicida a partir da percepção dos profissionais na atenção primária à saúde. 2021. 59 p. Dissertação (Mestrado - Programa de Mestrado Profissional em Saúde da Família e Comunidade – PROFSAÚDE), Escola Superior em Ciências da Saúde - ESCS, Brasília, 2021.pt_BR
dc.identifier.urihttps://repositorio.fepecs.edu.br:8443/handle/123456789/736-
dc.description.abstractIntroduction: Suicide is a complex phenomenon, with multiple facets and different determinations, which can affect subjects from different origins, social classes, ages, sexual orientations and gender identities. It is considered a public health problem that has been debated worldwide. Objective: To analyze the aspects of health care to suicidal behavior person at primary health care based on the perception of professionals working in the family health strategy. Methods: This is a cross-sectional study conducted through the application of a questionnaire applied to professionals who work in the family health strategy (FHS) of four basic health units (UBS) in the city of Planaltina, Distrito Federal (DF). Results: Fifty-seven responses to the questionnaire were included; the median age was 41.7 +/- 9.8 years, with the majority being female (n = 41, 71.9%). The median length of experience in PHC was 1.5 (IQ25- 75% 1.0-2.0 years. The questions with the best performance were those related to the perception that suicidal ideation leads to consequences for the user and his family (n = 53, 93.0%), that treatment requires more than medications (n = 52, 91.2%), and being able to accommodate people with suicidal ideation (n = 47, 87.7%). The questions that showed worst performance were related to the need for updating on mental health care (n=2, 3.5%), access to data on the number of patients with suicidal ideation (n = 12, 21.1%), and training to work in the care of patients with suicidal ideation (n = 19, 33.3%). Regarding the domains of assessment of care for patients with suicidal behavior, a negative and significant correlation was observed between age and Identification (r = - 0.306, p = 0.022), Professional Capacity (r = -0.439, p = 0.001) and Patient Monitoring (r = -0.305, p = 0.022). Conclusion: Health professionals, through work, have the perception of security to offer health care to patients with suicidal behavior in relation to identification, reception and follow-up, but most did not feel professionally qualified for care. One of the gaps pointed out was the lack of training and professional updating to serve these users.pt_BR
dc.description.resumoIntrodução: O suicídio constitui um fenômeno complexo, com múltiplas facetas e diversas determinações, podendo afetar sujeitos de diferentes origens, classes sociais, idades, orientações sexuais e identidades de gênero. É considerado um problema de saúde pública que vêm sendo mundialmente debatido. Objetivo: Analisar os aspectos relacionados ao cuidado à saúde de usuários com comportamento suicida na atenção primária à saúde a partir da percepção dos profissionais que atuam na estratégia saúde da família. Métodos: Trata-se de um estudo transversal realizado por meio da aplicação do questionário aplicado a profissionais que atuam na estratégia de saúde da família (ESF) de quatro unidades básicas de saúde (UBS) na cidade de Planaltina, Distrito Federal (DF). Resultados: Foram incluídas 57 respostas ao questionário; a idade média foi de 41,7  9,8 anos, sendo a maioria do sexo feminino (n = 41, 71,9%). A mediana do tempo de atuação na APS foi de 1,5 (IQ25-75% 1,0-2,0 anos). As questões que apresentaram melhor desempenho foram as relacionadas a percepção que a ideação suicida leva a consequências para o usuário e sua família (n = 53, 93,0%), que o tratamento requer mais do que medicações (n = 52, 91,2%) e conseguir acolher pessoas com ideação suicida (n = 47, 87,7%). As questões que apresentaram pior desempenho foram relacionadas a necessidade de atualização sobre o atendimento em saúde mental (n=2, 3,5%), acesso a dados sobre a quantidade de pacientes com ideação suicida (n = 12, 21,1%) e treinamento para atuar no atendimento a pacientes com ideação suicida (n = 19, 33,3%). Em relação aos domínios da avaliação dos cuidados à saúde de pacientes com comportamento suicida, foi observada correlação negativa e significativa entre a idade e a “Identificação” (r = -0,306, p = 0,022), a “Capacidade Profissional” (r = -0,439, p = 0,001) e o “Acompanhamento do Paciente” (r = -0,305, p = 0,022). Conclusão: Os profissionais de saúde através do trabalho têm a percepção de segurança para oferecer os cuidados à saúde de pacientes com comportamento suicida em relação à identificação, acolhimento e acompanhamento, porém a maioria não se sentia capacitada profissionalmente para o atendimento. Uma das lacunas apontada foi a falta de treinamentos e atualização profissional para o atendimento a esses usuários.pt_BR
dc.languageporpt_BR
dc.publisherEscola Superior de Ciências da Saúdept_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentCoordenação do Curso de Pós-graduação e Extensãopt_BR
dc.publisher.programPrograma de Mestrado Profissional em Saúde da Família e Comunidade – PROFSAÚDEpt_BR
dc.publisher.initialsESCSpt_BR
dc.relationPrograma proposto pela Associação Brasileira de Saúde Coletiva (ABRASCO), com a coordenação acadêmica da Fundação Oswaldo Cruz e integrado por instituições de ensino superior associadas em uma Rede Nacional.pt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectSuicídiopt_BR
dc.subjectSaúde mentalpt_BR
dc.subjectSaúde públicapt_BR
dc.subjectAtenção primária à saúdept_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS DA SAUDEpt_BR
dc.titleCuidado à saúde de usuários com comportamento suicida a partir da percepção dos profissionais na atenção primária à saúdept_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.creator.emaill.silva-16@hotmail.compt_BR
Appears in Collections:Trabalhos de Conclusão de Curso

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Lucas_Goncalves_da_Silva (1).pdfDISSERTACAO_ESCS_MP_cuidadoasaudedeusuarioscomcomportamento1,66 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.