Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.fepecs.edu.br:8443/handle/123456789/651
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorEscola Superior de Ciências da Saúde-
dc.date.accessioned2023-08-28T19:20:18Z-
dc.date.available2023-09-05-
dc.date.available2023-08-28T19:20:18Z-
dc.date.issued2015-02-
dc.identifier.citationESCOLA SUPERIOR DE CIÊNCIAS DA SAÚDE. Locomoção e preensão: módulo 207: manual do tutor. Brasília: FEPECS, 2015. 26 p.pt_BR
dc.identifier.urihttps://repositorio.fepecs.edu.br:8443/handle/123456789/651-
dc.description.resumoO Movimento e a preensão estão relacionados com a própria evolução da espécie humana. O andar ereto permitiu o maior deslocamento do Homo sapiens através dos continentes da terra e provocou a sua disseminação geográfica, distribuição espacial expansionista, transformando-o em individuo independente e dominador de um mundo hostil e primitivo. Os movimentos refinados que progressivamente adquiriu o tornaram apto mais do que qualquer outro ser vivo para a sua sobrevivência e defesa. Auxiliaram no preparo de alimentos, no uso do fogo, permitiram a caça e a manipulação de instrumentos, alterando o ambiente ao seu redor, e com a escrita desenvolveram novos canais de comunicação e expressão. Movimentos mais apurados e a preensão já incorporada ao melhor desenvolvimento neuromotor deram um status de liderança ao homem moderno. Isto tudo possibilitou um nível mais complexo de organização social. Movimentos humanos não são simples deslocamentos como os das máquinas. Revelam muitas vezes sentimentos, como no afago da mãe com o filho, ou na ira do soco desferido em um desafeto. Personificam comportamentos intrínsecos decorrentes das relações interpessoais. São o mecanismo que possibilita a todos nós o direito de ir e vir para vários locais com autonomia e liberdade. É a personificação da independência. Por esta razão, a perda dos movimentos representa uma grande carga de sofrimento psíquico, de impotência interna, de fracasso. Saber lidar com a perda das funções motoras e descobrir novas formas de preservar ou readquirir movimentos sempre foi um grande desafio da Medicina. O estudo dos movimentos na medicina do aparelho locomotor, historicamente foi correlacionado ao conhecimento anatômico. A anatomia dos músculos, ligamentos, tendões e ossos deve ter um lugar de destaque no aprendizado contemporâneo do estudante de medicina. Entender a gênese do movimento e da preensão, bem como a descrição anatômica, embriológica e fisiológica das nobres estruturas responsáveis por eles, deve ser um compromisso do futuro médico.pt_BR
dc.languageporpt_BR
dc.publisherEscola Superior de Ciências da Saúdept_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.initialsESCSpt_BR
dc.rightsAcesso Restritopt_BR
dc.subjectLocomoçãopt_BR
dc.subjectPreensãopt_BR
dc.subjectDesenvolvimento neuromotorpt_BR
dc.subjectAparelho locomotorpt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::MEDICINApt_BR
dc.titleLocomoção e preensão: módulo 207: manual do tutorpt_BR
dc.title.alternativeMódulo 207: locomoção e preensão: manual do tutorpt_BR
dc.typeMódulopt_BR
dc.audience.educationlevelEnsino superiorpt_BR
Appears in Collections:Módulos 2011 - 2015

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Mod_207_Tutor_NORMALIZADO 2015 (1).pdf
  Restricted Access
MODULO_ESCS_MED_locomocaoepreensao777,09 kBAdobe PDFView/Open Request a copy


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.